Descontente com o seu administrador? Veja 7 medidas pode tomar

Viver em condomínio traz consigo a necessidade de uma gestão eficiente, transparente e que atenda às necessidades de todos os moradores.

No entanto, pode surgir uma situação onde se encontre descontente com o seu administrador de condomínio, seja devido à gestão ineficaz, à falta de comunicação ou ao não cumprimento de responsabilidades legais e administrativas. 

descontentamento com administrador

Encontre aqui as ideias-chave deste artigo

A escolha do administrador

A dinâmica de um condomínio exige a presença de uma figura fundamental na manutenção da ordem, do bem-estar, e da fluidez das operações diárias: o administrador de condomínio. Este é não apenas o alicerce para o bom funcionamento das áreas comuns, mas também um mediador essencial na comunicação e na resolução de conflitos entre os condóminos.

1. Seleção e nomeação

A designação de um administrador é realizada através de uma votação em assembleia geral ou, em casos excecionais onde não é possível chegar a um consenso, designado judicialmente, podendo esta responsabilidade ser assumida por um morador rotativo ou uma empresa especializada na área. 

A sua remuneração não é obrigatória, podendo ser decidida em assembleia de condomínio ou em caso de contratação de uma empresa, naturalmente esta irá operar com base numa remuneração acordada.

2. Responsabilidades

Após da eleição, o administrador de condomínio assume um conjunto diversificado de funções, desde a gestão financeira, à manutenção de áreas comuns, até à implementação das decisões tomadas em assembleia.

As suas principais responsabilidades incluem a execução das deliberações, conservação de documentos, preparação do orçamento e contas, cobrança de despesas comuns, representação perante entidades externas e garantia de conformidade com regulamentos internos e externos.

Veja este artigo para entender melhor o papel de um administrador de condomínios.

Obtenha um orçamento em 2 min!

Procura uma empresa de gestão de condomínios de referência e 

com qualidade no atendimento ao cliente?

7 Dicas para resolver o seu descontentamento.

1. Diálogo aberto

A primeira medida ao enfrentar uma administração questionável é dialogar diretamente com o administrador. Expor as preocupações de forma clara e propor soluções pacíficas deve ser o caminho prioritário. 

2. Recolha de provas

É crucial reunir todas as provas necessárias para fortalecer o caso. Documentar os problemas e recolher qualquer prova que suporte as reivindicações contra o administrador, como imagens dos espaços comuns danificados ou dados bancários, é essencial para qualquer medida, seja ela em assembleia ou em tribunal. 

3. Mobilização de moradores

Não havendo melhorias, a convocação de uma assembleia extraordinária pelos condóminos pode ser necessária. Este é o momento para discutir de forma aberta os problemas e preocupações enfrentados e procurar soluções para estes coletivamente.

4. Decisão de assembleia

Se as medidas anteriores não gerarem os resultados esperados, os condóminos podem propor a remoção do administrador do condomínio. Para tal, é necessário uma votação durante a assembleia que conquiste a maioria representativa do condomínio. Uma vez decidida a remoção, um novo administrador será eleito ou nomeado para assumir as responsabilidades.

5. Medidas legais

Em situações mais sérias, como atos de fraude, desfalque ou má gestão,  os condóminos têm o direito de recorrer a uma ação judicial contra o administrador. Ações legais podem levar a condenações civis ou criminais, dependendo da gravidade dos atos cometidos, como indemnizações ou até cumprimento de penas.

6. Comunicação transparente

Independentemente da abordagem escolhida, deve-se fomentar um canal de comunicação aberto e transparente prevenindo desentendimentos futuros e promovendo uma administração mais eficaz e harmoniosa do condomínio. Esta comunicação pode ser possibilitada através de assembleias mais recorrentes ou utilização de plataformas online que promove a proximidade.

7. Alternativas de gestão

Um administrador eficaz é a peça-chave no sucesso de um condomínio, tendo a responsabilidade de garantir a boa gestão dos espaços comuns e a satisfação dos moradores. A reeleição de um representante competente, que possa ser um morador ou uma empresa especializada, precisa de ser feita com consideração pela assembleia de condóminos, através de uma decisão consciente e responsável.

Conclusão

O descontentamento com a administração do condomínio exige uma abordagem direta, democrática e legal, sempre pautada no desejo comum de melhorar a qualidade de vida de todos os moradores da forma mais pacífica possível. Trabalhar juntos para encontrar soluções, seja através de mudanças na administração atual ou pela procura de novas opções, é essencial para garantir que todas as vozes sejam ouvidas e que o condomínio possa prosperar de maneira saudável e harmoniosa.

Tags :

Partilha este artigo:

Estamos a revolucionar a gestão de condomínios na Europa. A nossa missão é tornar a experiência dos condóminos fácil e eficiente, através de gestores experientes, da automatização de tarefas e do nosso chatbot com inteligência artificial especializado em condomínios.

Contactos
Telemóvel

+351 911 194 727

Sede

Rua Castilho 14C 5º Lisboa

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegação, está a aceitar a utilização de cookies.

Olá, o meu nome é Marta. Vamos obter um orçamento de gestão do seu condomínio em 2 minutos?